Pedras Preciosas

Pedras Preciosas

Pedras Preciosas

Chama-se de gema (ou pedra preciosa) um mineral, rocha ou material petrificado que, quando lapidado e polido, possui brilho e coloração especial, sendo colecionável ou usável para adorno pessoal em joalheria. A distribuição das pedras preciosas na Terra é muito irregular, e as regiões mais prováveis para encontra-las são a África do Sul, o sudeste da Ásia, o Brasil, a Austrália e as zonas montanhosas dos Estados Unidos.

A formação das gemas é influenciada pelas ações do vento, temperatura, pressão, águas subterrâneas e movimentações da superfície. Sendo necessários milhões de anos para que forme, na superfície terrestre, essa variedade de minerais e cristais. E após tanta combinação perfeita, os resultados são minerais com características tão especiais que, lapidados relevam brilhos encantadores. Alguns são formados por ingredientes raríssimos, como o berílio presente na esmeralda, por exemplo, que corresponde a 0,00026% da crosta terrestre – ou seja, para cada tonelada de rocha presente no planeta, apenas três gramas são berílio.

Existem três tipos de formação de pedras preciosas: Formação magmática (a lava no interior da Terra sofre pressões tão grandes que se solidificam), exemplos diamante, esmeralda e água-marinha; Formação sedimentar (os minerais dissolvidos pela erosão de pedras, com a ajuda do vento e da água formam camadas que ao evaporarem se cristalizam), exemplos arenito, argilito e calcário; Formação metamórfica (mudanças bruscas de temperatura, pressão e deslizamentos provocam a cristalização desse tipo de rocha), exemplos granito, quartzo e mármore.

Elas são encontradas em dois tipos de depósitos: Depósito Primário (pedras ainda no seu local de origem, o que torna a retirada muito mais difícil) e o Depósito Secundário (pedras que foram transportadas do seu local de origem pela ação da natureza, como vento e chuva), estas possuem um formato mais arredondado.

As gemas também podem ser criadas em laboratórios, utilizando os mesmos componentes químicos das “naturais”, mas perdem um pouco o valor por não terem raridade.

O valor de uma pedra preciosa varia de acordo com a sua beleza ou grande perfeição, sendo a aparência quase sempre o atributo mais importante das gemas. Entre as características essenciais para uma gema ser valorizada, está a cor, fenômenos ópticos incomuns no interior da pedra, uma inclusão interessante como um fóssil, uma raridade e as vezes até a forma do próprio cristal natural.

% comentários 0

Leave A Reply